EncruZilhadas Poéticas

29 maio EncruZilhadas Poéticas

capa-livro

EncruZilhadas Poéticas é um espaço de cruzamentos e interseções sobre a produção de artistas, a realização de seus projetos e o diálogo com interlocutores possíveis.

Seu objetivo principal é estabelecer uma trama de sentidos e afetos entre criações poéticas quais sejam: artigos, ensaios, imagens, livros, vídeos, pesquisas, ações performativas, poesias, textos acadêmicos, resenhas entre outras.

A ideia de encruzilhada como lugar de troca de experiências já está desenhada por sua natureza e configuração ambígua, portanto, ponto de começo de um percurso ao iniciar o fluxo de uma escolha, e o fim de uma estrada que acaba por se confluir em outro caminho – uma característica própria da arte e do pensamento contemporâneo.

Este espaço de trocas poéticas, será inaugurado apresentando uma obra catalográfica e cartográfica dos 15 anos de existência de uma cia de dança contemporânea brasileira a Ana Vitória Dança Contemporânea com – Um traçado preciso da dança – editado e lançado pela Editora 7Letras (Rio de Janeiro, Brasil) em 2010 com o suporte financeiro da Companhia de Energia Elétrica Light através da Lei de incentivo à cultura – Lei Rouanet.

Este livro que teve uma tiragem de 1000 exemplares, dos quais foram doados 25% para bibliotecas de Faculdades e Escolas de dança no Brasil, Centros Culturais, academias e algumas cias de arte cênica que após contatos da autora se mostraram interessadas em os receber para seus arquivos. Porém, com esta distribuição, mesmo à venda em algumas poucas livrarias que têm em suas estantes um espaço próprio para livros de Dança ou Artes Performáticas, não alcançou seu público desejado.

Este é o propósito de inaugurar um espaço com um objetivo maior: dar mais visibilidade às obras/produções que são construídas com muito esforço, recursos financeiros, horas de dedicação e muitas pessoas engajadas e pouco se sabe ou se tem acesso a elas.

Neste percurso que aqui se inicia, apresentamos uma pequena amostra deste livro que em breve será reconfigurado em formato e-book para que mais público possa acessá-lo e redistribuí-lo com mais agilidade e leveza. Será, portanto, através desta rede infinita que se tece no campo das artes e da corporeidade, que estas comunicações se apresentarão, na medida, no tempo e no espaço da sua necessidade de se comunicar.

A noção de encruzilhada aqui também nos leva a outro conceito importante para pensar as possibilidades, as relações, e os (des)encontros entre os mundos invisível e visível que é a confluência. A confluência, baseada nos elementos da natureza, nos ensina que as coisas se juntam, mas não se misturam. Logo, pensar a encruzilhada poética aqui é refletir sobre as conexões sensíveis que vão se fazendo presentes e o quanto elas nos afetam.

Ana Vitória Dança Contemporânea – Um traçado preciso da dança parte do registro da experiência prática e diária dos estúdios de dança, palcos, galerias de arte e turnês nacionais e internacionais para dar maior visibilidade à trajetória de uma criadora, seus artistas e técnicos colaboradores que construíram esses primeiros 15 anos de existência e projeto estético.

Mais que um livro de fotografias, aqui arquivo e repertório se entrelaçam numa poética que se pretende ética e estética de acordo com um modo singular de fazer arte. Neste sentido uma trajetória vai se delineando e revelando como um projeto estético vai amadurecendo no tempo e no espaço de uma vida, transformando-se a cada novo encontro e ação poético-performativa.

Consta assim de uma linha do tempo que recobre parte significativa de um percurso profissional, acionando a memória ao recuperar suas imagens, espaços de instaurações, corpos e gestualidades, suas luzes e o que de invisível se instala, como sua pulsão, músicas, técnicos, ensaiadores, parceiros, apoiadores, dramaturgos e interlocutores conceituais e filosóficos.

Este registro cartográfico não poderia deixar de contemplar aqueles que fazem dessas obras a razão de sua existência, seu público! E em não podendo nomeá-los em tão pouco espaço, foram convocadas vozes de alguns interlocutores que estiveram sentados à frente destas performances para escreverem brevemente sobre essa fruição.

Artistas, figurinistas, críticos, poetas, filósofos, cientistas, educadores e amantes das performances artísticas buscam aqui capturar em palavras os afetos dos estados sensórios a que seus corpos foram acometidos – no instante destes encontros – e ficaram resguardados.

Para obter o livro em seu estado físico: https://anavitoria.com.br/publicacoes/

Enviamos para qualquer país.

AnaVitória

PhD. em Artes da Performance (FMH-UL-Portugal) e Doutora em Artes – Performances do Corpo pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Coreógrafa premiada, bailarina e artista visual com foco na autoperformance e memórias autobiográficas. É Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Preparação Corporal para as Artes Cênicas da Faculdade Angel Vianna – FAV/Brasil e Investigadora colaboradora pelo Inet-MD (FMH-UL-Portugal), Sens-Lab (Canadá) e NEPAA (Núcleo de estudos da Performance Afro-Ameríndia – Brasil).